INSCRIÇÕES ABERTAS!

blog

ECOA DA CATÓLICA CAPACITA COLABORADORES DO JARDIM BOTÂNICO

Centro de Ecologia e Conservação Animal desenvolve programas de monitoramento de comunidade animais e vegetais.

Trabalho de Capacitação é um dos pilares da Centro de Ecologia e Conservação Animal da Católica

O elogiado trabalho do ECOA-Católica continua espraiando conhecimento e orientações junto a órgãos e instituições de Salvador. Recentemente o Centro de Ecologia e Conservação Animal da universidade  promoveu capacitação para colaboradores do Jardim Botânico e do Parque da Cidade de Salvador, espaços verdes utilizados pela população. Conforem explica o coordenador do ECOA, professor  Moacir Tinoco, o Centro de Ecologia e Conservação Animal da Católica ” desenvolve programas de monitoramento de comunidades animais e vegetais em várias regiões do Estado da Bahia e possui convênios com instituições públicas e privadas, com o objetivo de fortalecer a formação de seus pesquisadores e repassar o conhecimento produzido e os resultados alcançados às comunidades científicas e à sociedade”. Para Tinoco, que é professor da Pós Stricto Sensu em Território, Ambiente e Sociedade, trata-se de um trabalho fundamental de apoio da ciência à execução de projetos. “O objetivo permanente do ECOA é levar conhecimento às ações de conservação ambiental. É a academia, colaborando, por meio de seu arcabouço científico, com as melhores práticas ecológicas”, afirmou.

Para saber mais: os projetos desenvolvidos em nível local pelo ECOA – Centro de Ecologia e Conservação Animal

– Proposição de atividades para a conservação da fauna do Parque Metropolitano de Pituaçu, do Município de Mucugê e da Restinga do Litoral Norte;

– Organização de uma coleção científica de referência para a fauna e flora local e regional;

– Manutenção de um banco de dados científicos com centenas de títulos;

– Promoção de cursos, palestras e treinamentos relacionados à conservação ambiental;

– Assistência aos graduandos do Curso de Biologia em projetos voltados à Ecologia;

– Identificação, juntamente com o Ministério do Meio Ambiente/IBAMA e ICMBio de novas Áreas Prioritárias para Conservação no Estado da Bahia.

Accessibility